Desde a juventude vivi a inquietação e a preocupação dos meus pais em priorizar aquilo que julgavam essencial na formação dos filhos: uma boa escola.

Comungavam da ideia de que, uma boa escola, deveria ser um processo de transformação pessoal e social.

“A escola, ao repensar a educação, repensa também a sociedade” – diziam eles. O tempo passou e, já formado em Biologia, continuei com a inquietação que move os sonhadores e, com o desejo de desenvolver algo transformador e realizador na educação, surgiu a ideia da construção de um colégio.

Um sonho, um projeto pessoal e com uma arquitetura bastante audaciosa, minuciosa e desafiadora, porém viável e com seus propósitos bem definidos.

Assim nasceu, em 2001, o Colégio de Vinhedo.

Foi então que, já inserido no complexo contexto escolar, busquei minha formação em Pedagogia onde comecei a vivenciar de perto as problemáticas educacionais, revelando-me um forte crítico e contrário a uma educação conservadora.
Comecei a perseguir, com muito entusiasmo, uma educação que extrapolasse os muros da escola, que se aproximasse dos problemas sociais e que formasse cidadãos críticos e independentes.

Ano após ano, essa foi minha filosofia e a que permeou minha caminhada como educador, defendendo a escola como um espaço significativo, que busca articular teoria e prática, vencendo obstáculos e assumindo os desafios da desconstrução do tradicional modelo reprodutor educacional. O que resulta na edificação e solidificação de um novo modelo de escola e que esteja em sintonia com a realidade social das crianças e jovens.

Transformar a escola em um espaço formador de posturas e de inserção social é o grande desafio do educador, ou seja, a escola como protagonista no papel de valorização e transformação de vidas.

Na história, temos visto com frequência, pessoas inquietas e questionadoras, com seus pensamentos humanizados e inovadores, movimentarem sua história e a realidade no seu entorno.

Diria então, que meus pais, foram os primeiros inquietos que ao movimentarem a sua história e o seu entorno, impulsionaram 4 dos seus 7 filhos, ao universo educacional. Somos uma família de educadores. Educamos por dom.

Hoje, meus filhos André e Eduardo Comune, estão à frente do Colégio de Vinhedo, dando continuidade aos nossos valores de uma educação que valoriza o conhecimento e transforma vida.

Prof. Norberto Comune
Open chat